domingo, 2 de agosto de 2015

O pequeno número daqueles que são salvos. Parte VI

Deus deseja que todos os homens sejam salvos
Em uma centena de lugares na Sagrada Escritura, Deus nos diz que ele é realmente seu desejo  de  salvar  todos  os homens. ” É minha vontade que o pecador deveria morrer, e não que ele deve ser convertido a partir de seus caminhos e viva? … Eu vivo, diz o Senhor Deus. Eu não desejo a morte do pecador. se converta e viva . ” Quando  alguém  quer algo  muito,  é  dito que  ele  está  morrendo  de  desejo, é  uma hipérbole. Mas Deus quis e ainda  quer a nossa  salvação, tanto que Ele  morreu de desejo,  e  ele  sofreu  a  morte  para  nos  dar  vida.  Esta  vontade  de  salvar  todos  os homens é, portanto, não é afetado, superficial e aparente será um em Deus, é um real,  efetiva  e  benéfica  se,  pois  Ele  nos  fornece  todos  os  meios  mais  adequados para que sejamos salvos. Ele não lhes dá a nós para que não obtê-lo, Ele lhes dá a nós  com  uma  sincera  vontade,  com  a  intenção  de  que  eles  podem  obter  seus efeitos. E se eles não obtê-lo, Ele se mostra humilde e ofendida por ele. Ele manda até o danado para usá-los, a fim de ser salvo; Ele exorta-os a ele, ele os obriga a isso,  e  se  eles  não  o  fazem,  pecam.  Portanto,  eles  podem  fazê-lo  e,  assim,  ser salvo.
Muito mais, porque Deus vê que não poderia mesmo fazer uso de sua graça sem a Sua ajuda, Ele nos dá outras ajudas, e se eles permanecem, por vezes, ineficaz, a culpa é nossa, pois com esses mesmos auxiliares, a pessoa pode maltratá-los e ser condenados com eles, e outra pode fazer o certo e ser salvo, ele pode até ser salva com  menos  poderosos  auxiliares.  Sim,  pode  acontecer  que  o  abuso  de  nós  uma maior graça e são condenados, enquanto que outro coopera com um menor graça e é salvo. Santo  Agostinho  exclama:  ”  Se,  portanto,  alguém  se  desvia  da  justiça,  ele  é realizado por sua livre vontade, liderada por sua concupiscência, enganado por sua própria convicção . ” Mas para aqueles que não entendem a teologia, aqui é o que tenho  a dizer-lhes:  Deus  é  tão  bom  que  quando  vê  um  pecador  correr  para  sua ruína,  ele  corre  atrás  dele,  o  chama,  suplica  e  acompanha-lo  até  os  portões  do inferno, o que ele não vai fazer para convertê-lo? Ele envia-lhe boas inspirações e pensamentos  sagrados,  e  se  ele  não  aproveitá-las,  ele  torna-se  irritado  e indignado,  ele  persegue.  Ele  vai  atacá-lo?  Não.  Ele  bate  no  ar  e  perdoa.  Mas  o pecador não é convertido ainda. Deus lhe envia uma doença mortal. É certamente todo para ele. Não, irmãos, Deus cura-lo, o pecador torna-se  obstinado no mal, e Deus  em  Sua  misericórdia,  olha  para  outro  caminho,  Ele  dá-lhe  mais  um  ano,  e quando esse ano acabar, ele lhe concede outro. Mas se o pecador ainda quer lançar-se no inferno, apesar de tudo, o que faz Deus? Ele  não  abandoná-lo?  Não.  Ele  o  leva  pela  mão,  e  enquanto  ele  tem  um  pé  no inferno  e  outro  exterior,  Ele  ainda  prega para  ele,  ele  implorou  para  não  abusar Suas  graças.  Agora  eu  lhe  pergunto,  se  esse  homem  está  condenado,  não  é verdade que ele está condenado  contra a Vontade de Deus  e porque ele quer ser condenados? Venha e me perguntar agora: Se Deus quisesse condenar-me, então por que Ele me criou? pecador Ingratidão, aprender hoje que, se forem condenados, não é Deus quem é a culpa,  mas  você  e  sua  vontade  própria.  Para  convencer-se  disso,  desça  até  as profundezas do abismo, e lá vai lhe trazer um daqueles malditos miseráveis almas queimando  no  inferno,  para  que  ele possa  explicar  essa  verdade  para  você. Aqui está um agora: ” Diga-me, quem é você? ” ” Eu sou um idólatra, pobre, nascido em uma terra desconhecida, nunca ouvi falar de céu ou inferno, nem do que eu estou sofrendo agora . ” ” ! desgraçado Vá embora, você não é o que estou procurando . ” Outro está vindo, lá está ele . ” Quem é você? ” ” Eu sou um cismático desde os confins  da  Tartária,  eu  sempre  vivi  em  um  estado  selvagem,  mal  sabendo  que existe um Deus . ” ” Você não é o único que eu quero, voltar para o inferno . ” Aqui está outro . ” E quem é você? ” ” Eu sou um herege pobres do Norte. Nasci sob o Pólo e nunca vi tanto a luz do sol ou a luz da fé . ” ” Não é que eu estou procurando tanto, o retorno para o inferno . ” Irmãos, meu coração está partido ao ver esses desgraçados que nem sequer conhecia a verdadeira fé entre os condenados. Mesmo assim, sabemos que a sentença de condenação foi  pronunciada contra eles e eles disseram: ” Tua perdição vem de ti . ” Eles foram condenados porque quiseram ser. Eles receberam ajudas para muitos de Deus para ser salvo! Nós não sabemos o que eles estavam, mas eles conhecem bem, e agora eles gritam: ” ó Senhor, és justo … e os teus juízos são eqüitativas . ” Irmãos, vocês devem saber que  a  antiga  crença  mais é a Lei de Deus , e que todos temos que está escrito em nossos corações , que pode ser aprendido sem  professor  ,  e  que  basta  ter  a  luz  da  razão  para  conhecer  todos  os preceitos  desta  lei  .  É  por  isso  que  até  mesmo  os  bárbaros  escondeu  quando cometeram  o pecado, porque eles sabiam que estavam fazendo  de  errado,  e eles são  condenados  por  não  ter  observado  a  lei  natural, inscrita  no  seu  coração,  se tivessem  observado,  Deus  teria  feito  um  milagre,  em  vez  de  deixá-los  ser condenado,  ele  teria  os  enviou  alguém  para  ensiná-los  e  lhes  teria  dado  outras ajudas,  dos  quais  se  fizeram  indignos  por  não  viver  em  conformidade  com  as inspirações da sua própria consciência, que nunca deixou de avisá-los do bem eles devem fazer eo mal que deve evitar. Por isso, é sua consciência, que os acusou no Tribunal de Deus, e diz-lhes constantemente no inferno, ” Tua perdição vem de ti . ”  Eles  não  sabem  o  que  responder,  e  são  obrigados  a  confessar  que  são merecedores  de  seu  destino.  Agora,  se  esses  infiéis  não  têm  desculpa,  haverá alguma  para  um  católico  que  teve  muitos  sacramentos,  assim,  assim  muitos sermões,  muitas ajudas para  a  sua  disposição?  Como  ele  se  atreve a dizer: ” Se Deus iria condenar-me, então por  que Ele me  criou? ” Como  ele  se atreve a  falar dessa maneira, quando Deus lhe dá muitas ajudas para ser salvo? Por isso, vamos acabar confundindo ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário