quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Ai de ti, ó mulher, pelos teus escândalos! -

“[Eu, Jesus] tratei com gentileza a mulher samaritana e toquei o coração de Maria Madalena. Mas um   dia   pronunciei   estas   palavras   de   fogo:   'Ai   daquele   que escandalizar um destes pequeninos que crêem em Mim, melhor seria para ele pendurar uma pedra de moinho ao pescoço e ser lançado   ao   fundo   do   mar.   Ai   do   mundo   por   causa   dos escândalos! (Mt 18,6-7). Quem proferiu estas palavras é Deus, o Juiz Supremo da humanidade que irá pronunciar a sentença para cada uma das almas: Paraíso ou inferno. Ó mulher que segue a moda, lembra que todos os olhares dados para ti com malícia, em   casa   ou   fora,  são   pecados  atribuídos   antes  de   tudo  a   ti mesma, que és a causa voluntária. Um dia, quando a morte te separar   do   mundo,   tu   aparecerás   diante   de   mim   para   seres julgada, então verás os pecados cometidos pelos homens ao ver-te em roupas  indecentes, e tu   mesma ficará horrorizada! Que desculpa   irá   apresentar-me?   Ai   de   ti,   ó   mulher,   pelos   teus escândalos.   Em   vão   os   meus   sacerdotes   levantam   a   voz   e expõem   os   sacros   avisos   no   Templo.   Quando   vai   à   Igreja, sabendo que o padre não lhe daria a Partícula ao ver seus braços nus e também decotada, neste momento da Comunhão tu cobre o corpo   melhor   e   Me   recebe.   Mas,   ao   sair   da   Igreja,   está novamente   vestida   imodestamente:  o   teu   corpo  que   na   Igreja comungou, se transforma ao longo do caminho, em vários locais, na praia e em casa, instrumento de Satanás e incentivo ao mal [...].
    Pais e mães de família, ouçam! Ai de vós se permitirdes aos vossos filhos que dêem escândalo! A responsabilidade maior da moda indecente pesa sobre vós, ó genitores, ou porque dão o triste exemplo, ou porque sois muito débeis  na   educação  dos filhos. Pais e mães de família, destes pecados vou lhes pedir uma conta rigorosa: a má conduta de seus filhos deve pesar sobre sua consciência, se não houverdes feito o possível para impedir-lhes a moda maliciosa [...].
    Um dos lugares favoritos de Satanás é a praia no período do verão. A roupa indecente na praia é a ruína moral de muitas almas. Mas o que me dói mais é ver na praia em trajes   “livres”   as  mulheres  que   em  casa   geralmente  rezam   e também se aproximam da mesa eucarística. Elas acreditam - em sua cegueira - que a roupa indecente é lícita pelo fato de que muitas pessoas a adotaram: mas o mal é sempre mal.
    Satanás gosta de ver na praia as suas servas e já conta em tê-las consigo no Inferno. Eu, o Criador, dei uma Lei Moral que ninguém sobre a terra está autorizado a pisotear. Pedirei contas ao diretor, aos atores   e   àqueles   que   assistirem   aos   filmes   vergonhosos.   Me dirijo   a   vós,   minhas   queridas   almas.  Vistam-se   sempre   com modéstia. Vendo pelas ruas mulheres mal vestidas, rezem por elas, recitem uma Ave-Maria, para que minha Mãe interceda por elas. Bem-aventurado é aquele que escuta a minha palavra e a coloca em prática!”.

Dom Giuseppe Tomaselli

Nenhum comentário:

Postar um comentário