terça-feira, 1 de setembro de 2015

Sobre a salvação das almas - Imitação do Sagrado Coração de Jesus

    Ah! Se souberes quanto vale a prece para a salvação das almas! Quantas pessoas de vida interior, mesmo afastadas das relações com o mundo, só pela oração arrancaram milhares de almas à infidelidade, à heresia, ao pecado e as elevaram à eterna bem-aventurança! Compreende, meu filho, quanto podes fazer pela oração!
    Se inflamares de zelo algumas pessoas, tornar-se-ão teus discípulos e apóstolos que enviarás à conquista de almas. Assim hás de operar grande bem não só por ti mesmo, mas também por intermédio daqueles que, por sua vez, enviarão outros igualmente animados de zelo a transmitir-se de geração em geração.
    Procura falar com frequência sobre assuntos que inspirem a piedade, edifiquem e atraiam para a virtude. Quantas pessoas, que hoje se acham no céu, devem sua eterna felicidade a alguma piedosa conversação!
    É verdade, filho, que não convém seres importuno, de modo a afastar o próximo da virtude antes do que a atrai-lo. O zelo sincero e fervoroso, porém, sabe usar de santas indústrias para proporcionar ou aproveitar ocasiões oportunas de falar piedosamente.
    Maravilhosamente eficaz é o bom exemplo. É ele que dá aos demais meios exteriores vida e força. Sem ele, que podem fazer as outras coisas? Atingem os sentidos, mas não comovem o coração.
    Por conseguinte, pelo exemplo de tua vida, revela as incomparáveis suavidades do meu amor. Mostra ao próximo quão feliz já é neste mundo aquele que me serve por amor. Assim, induzi-lo-ás a experimentar e saborear o quanto é suave o serviço do meu Coração, o serviço de meu amor.
     Se não é te dado operar milagres, alterando as leis do universo, podes contudo fazer prodígios, em cooperação coma  graça divina. Acaso não é prodigioso e mesmo admirável preferir só por amor de mim os interesses alheios aos próprios, pagar o mal com o bem, considerar-se feliz em compartilhar as minhas humilhações?
    Filho, estes e outros semelhantes prodígios da graça ás vezes abalaram subitamente e converteram a melhor vida corações que haviam resistido a todos os demais meios.
    Em qualquer tempo e lugar sê zelador das almas, de modo que todo aquele que te encontrar receba algum estímulo para a virtude ou para a perfeição.
    Oh! Se conhecesses o valor de uma alma, quanto zelo te abrasaria pela sua salvação! Pelo preço com que paguei, seja-te conhecido o seu valor.
    Salvando uma alma, fazes uma ação incomparavelmente mais preciosa do que se houvesses conquistado o mundo inteiro com todos os seus bens.
    Filho, se salvastes a alma de teu próximo, libertastes a tua. Pois quem reconduzir um pecador do seu caminho errado, salvará da morte a sua alma e cobrirá uma multidão de pecados. (Tg 5,20)



Retirado do Livro: Imitação do Sagrado Coração de Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário