sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

O Coração de Jesus é um abismo de misericórdia e de força, por Santa Margarida Maria Alacoque

"O Coração de Jesus, escreve, é um abismo em que encontrareis tudo. É principalmente um abismo de amor, no qual devemos sepultar todo o nosso orgulho, com os seus maus efeitos, que são o respeito humano e o desejo de nos satisfazermos e nos elevarmos. Submergindo estas inclinações no abismo do amor divino, encontrareis todas as riquezas necessárias nas diversas situações em que estiverdes. Se vos achais desolados e acabrunhados pelas privações, é o Coração Divino abismo de toda a consolação, dentro do qual cumpre que entremos sem desejarmos sentir-lhe a doçura. Se vos encontrais num abismo de aridez e de franqueza, ide internar-vos no Coração de Jesus, abismo de potência e de amor, sem vos importardes de experimentar-lhe a suavidade, senão quando a Ele aprouver. Se num abismo de pobreza, atirai-vos ao Coração de Jesus: deixando-o agir, Ele vos enriquecerá. Se num abismo de fraqueza, de recaídas e de misérias, procurai com frequência o Coração de Jesus; Ele é um abismo de misericórdia e de fortaleza: levantar-vos-á e vos dará forças. Se em um abismo de soberba, vanglória e estima de vós mesmos, descei logo às humilhações profundas do Coração de Jesus, oceano de humildade. Se em um abismo de ignorância e de trevas, o Sagrado Coração é um mar de sabedoria e de luz. Se num abismo de morte, ide ao Coração Divino e achareis ama fonte de vigor; atingireis aí uma vida nova, na qual já não olhareis com outros olhos senão com os de Jesus Cristo; não vos movereis senão pelo seu movimento, não falareis senão com a sua língua e não amareis senão com o seu Coração dulcíssimo. Se num abismo de agitação, impaciência e cólera, ide ao Coração do Redentor, que é um abismo de mansidão e doçura. Se num abismo de profunda melancolia, mergulhai-a no Coração de Jesus, que é um mar de doçura celeste e tesouro inexaurível de todas as delícias dos santos e dos anjos. Se vos encontrais num profundo abismo de amarguras e penas, uni-as ao abismo das penas infinitas do Coração de Jesus e d'Ele aprendereis a sofrer contente"
Assim escrevia a santa Maria Margarida Maria Alacoque , inebriada de santo amor para convidar a todos, principalmente aos pecadores e aos tíbios, a se prostrarem diante do Coração Divino.  


Santa Margarida Maria Alacoque, A esposa do Sagrado Coração de Jesus, HISTORIA DA SUA VIDA. Compilada pelo Servo de Deus P. ANDRÉ BELTRAMI da Pia Sociedade Salesiana

Nenhum comentário:

Postar um comentário