segunda-feira, 18 de julho de 2016

A REALIDADE DO PURGATÓRIO – V


AS ALMAS BENDITAS DO PURGATÓRIO PODEM ENCURTAR NOSSO PRÓPRIO PURGATÓRIO
NOSSA SENHORA QUER QUE OS AJUDEMOS: NUNCA, NUNCA UMA MÃE DESTA TERRA AMOU TÃO TERNAMENTE A SEUS FILHOS FALECIDOS, NUNCA NINGUÉM CONSOLA COMO MARIA; BUSCA CONSOLAR SEUS SOFREDORES FILHOS NO PURGATÓRIO, E TÊ-LOS COM ELA NO CÉU. NÓS LHE DAREMOS GRANDE REGOZIJO CADA VEZ QUE TIRÁSSEMOS DO PURGATÓRIO UMA ALMA.
AS BENDITAS ALMAS DO PURGATÓRIO NOS DEVOLVEM O MIL POR UM!
Mas que poderemos dizer dos sentimentos das Santas Almas? Seria praticamente impossível de descrever sua ilimitada gratidão para aqueles que as ajudam! Cheias de um imenso desejo de pagar os favores feitos por elas, rogam por seus benfeitores com um fervor tão grande, tão intenso, tão constante, que Deus não lhes pode negar nada.

SANTA CATARINA DE BOLOGNA DISSE: "TENHO RECEBIDO MUITOS E GRANDES FAVORES DOS SANTOS, MAS MUITO MAIORES DAS SANTAS ALMAS (DO PURGATÓRIO)".

Quando finalmente são liberadas de suas penas e desfrutam da beatitude do Céu, longe de esquecer a seus amigos da Terra, sua gratidão não conhece limites. Prostradas frente ao Trono de Deus, não cessam de orar por aqueles que os ajudaram. Por suas orações elas protegem a seus amigos dos perigos e os protegem dos demônios que os atacam.
Não cessam de orar até ver a seus benfeitores seguros no Céu, e serão por sempre seus mais queridos, sinceros e melhores amigos.
Se os católicos soubessem quão poderosos protetores se asseguram com apenas ajudar as almas benditas, não seriam tão omissos de orar por eles.
As almas benditas do Purgatório podem encurtar nosso próprio Purgatório:
Outra grande graça que obteremos por orar por elas é um curto e fácil Purgatório, ou sua completa remissão!
São João Macias, sacerdote dominicano, tinha uma maravilhosa devoção as Almas do Purgatório. Obteve por suas orações (principalmente pela recitação do Santo Rosário) a liberação de um milhão e quatrocentas mil almas! Em retribuição, obteve para si mesmo as mais abundantes e extraordinárias graças e essas almas vieram consolá-lo em seu leito de morte, e acompanhá-lo até o Céu.
Este feito é tão certo que foi inserido pela Igreja na bula que decretava sua beatificação.
O Cardeal Barônio recorda um evento similar. Foi chamado a assistir a um moribundo.
De repente, um exército de espíritos benditos apareceu no leito de morte, consolaram ao moribundo, e dissiparam aos demônios que gemiam, em um desesperado intento por lograr sua ruína. Quando o cardeal lhes perguntou quem seriam, lhe responderam que eram oito mil almas que este homem havia liberado do Purgatório graças a suas orações e boas obras.
Foram enviadas por Deus, segundo explicaram, para levá-lo ao Céu sem passar um só momento no Purgatório.
Santa Gertrudes foi ferozmente tentada pelo demônio, quando estava por morrer. O espírito demoníaco nos reserva uma perigosa e sutil tentação para nossos últimos minutos.
Como não pode encontrar um assalto o suficientemente inteligente para esta Santa, pensou em molestar sua beatifica paz sugerindo-lhe que ia a passar muitíssimo tempo no Purgatório, posto que desperdiçou suas próprias indulgências e sufrágios em favor de outras almas.
Mas Nosso Senhor, não contente com enviar Seus Anjos e a milhares de almas que ela havia liberado, foi em Pessoa para afastar a Satanás e confortar a sua querida Santa.
Ele disse a Santa Gertrudes que em troca do que ela havia feito pelas almas benditas, lhe levaria direto ao Céu e multiplicaria cem vezes todos seus méritos.
O BEATO ENRIQUE SUSO, DA ORDEM DOMINICANA, FEZ UM PACTO COM OUTRO IRMÃO DA ORDEM PELO QUAL, QUANDO O PRIMEIRO DELES MORRESSE, O SOBREVIVENTE OFERECERIA DUAS MISSAS CADA SEMANA POR SUA ALMA, E OUTRAS ORAÇÕES TAMBÉM.
SUCEDEU QUE SEU COMPANHEIRO MORREU PRIMEIRO, E O BEATO ENRIQUE COMEÇOU IMEDIATAMENTE A OFERECER AS PROMETIDAS MISSAS. CONTINUOU DIZENDO-AS POR UM LARGO TEMPO. AO FINAL, SUFICIENTEMENTE SEGURO QUE SEU SANTAMENTE MORTO AMIGO HAVIA ALCANÇADO O CÉU , CESSOU DE OFERECER AS MISSAS. GRANDE FOI SEU ARREPENDIMENTO E CONSTERNAÇÃO QUANDO O IRMÃO MORTO APARECEU FRENTE A ELE SOFRENDO INTENSAMENTE E RECLAMANDO QUE NÃO HAVIA CELEBRADO AS MISSAS PROMETIDAS.
O BEATO ENRIQUE REPLICOU COM GRANDE ARREPENDIMENTO QUE NÃO CONTINUOU COM AS MISSAS, CRENDO QUE SEU AMIGO SEGURAMENTE ESTARIA DESFRUTANDO DA VISÃO BEATIFICA, MAS AGREGOU QUE SEMPRE O RECORDAVA EM SUAS ORAÇÕES.
"OH IRMÃO ENRIQUE, POR FAVOR, DAI-ME AS MISSAS, POIS É O PRECIOSÍSSIMO SANGUE DE JESUS O QUE EU MAIS NECESSITO" CHORAVA A SOFREDORA ALMA.
O BEATO RECOMEÇOU A OFERECÊ-LAS, E COM REDOBRADO FERVOR, OFERECEU MISSAS E ROGOS POR SEU AMIGO ATÉ QUE RECEBEU ABSOLUTA CERTEZA DE SUA LIBERAÇÃO.
LOGO FOI SUA VEZ DE RECEBER GRAÇAS E BENÇÕES DE TODA CLASSE, POR PARTE DE SEU QUERIDO IRMÃO LIBERADO, E MUITO MAIS DO QUE QUANTAS HAVIA ESPERADO.

SÃO ALFONSO MARIA DE LIGÓRIO DIZIA QUE, AINDA QUE AS SANTAS ALMAS NÃO PODEM JÁ LOGRAR MÉRITOS PARA SI MESMAS, PODEM OBTER PARA NÓS GRANDES GRAÇAS.

A segunda medida para ajudar as almas Benditas, é pedindo Missas oferecidas por elas. Ouvir Missa uma vez na semana (basta a Missa do domingo) pelas Santas Almas. Esta é certamente a mais eficaz das medidas para liberá-las. Aqueles que não possam oferecer Missas, esses deveriam assistir a quantas Missas for possível por sua intercessão.
A recitação do Santo Rosário (com suas grandes indulgências) e fazer a Via Crucis (a qual é ricamente doadora de indulgências), são excelentes vias de ajuda as almas.
São João Macias, como vimos, liberou do Purgatório mais de um milhão de almas, principalmente recitando o Santo Rosário e oferecendo suas indulgências por elas.
Outra fácil e eficaz forma de ajuda é a recitação constante de orações breves que contenham indulgências (aplicando ditas indulgências em favor das almas do Purgatório) muita gente tem a costume de dizer 500, ou 1000 vezes cada dia a pequena jaculatória "Sagrado Coração de Jesus, em Vós confio", ou apenas a palavra "Jesus".
Estas são as mais consoladoras devoções; elas trazem oceanos de graças a quem as praticam e dão imenso alivio as Santas Almas.
Aqueles que digam as jaculatórias 500, ou 1.000 vezes, ganham 300.000 dias de indulgências (oitocentos e vinte um anos de indulgências)! Quão grande é a multidão de almas podemos liberar!!! Quanto não será a quantidade de almas liberadas ao cabo de um mês, de um ano, de cinquenta anos?

Todavia outra poderosa oração é: "Pai Eterno, ofereço-Vos o Preciosíssimo Sangue de Jesus, com todas as Missas ditas no mundo neste dia, pelas Almas do Purgatório".
Nosso Senhor mostrou a Santa Gertrudes um vasto número de almas deixando o Purgatório (cerca de 1.000 cada vez que se recitava!) e indo ao Céu como resultado desta oração, a qual a Santa costumava dizer frequentemente durante o dia.

[CONTINUA]

Nenhum comentário:

Postar um comentário