sexta-feira, 15 de julho de 2016

O ESCAPULÁRIO DE NOSSA SENHORA DO CARMO


BREVE SÍNTESE EXPLICATIVA
A solenidade de NOSSA SENHORA DO CARMO é a 16 de julho
Assim Ela apareceu
O Escapulário da SS. Virgem do Carmo foi concedido a S. Simão Stock, natural da Inglaterra, no ano de 1251, o qual vivia na Ordem do Carmo, com grande penitência e santidade; mas vendo com pesar, que a Ordem era muito desprezada e até perseguida, voltou-se para Maria Santíssima e, com as mais fervorosas orações, pediu que não desamparasse a sua Ordem, mas que a protegesse e que lhe conferisse maior estima.
São Simão Stock
Um dia, a mesma Imaculada Senhora, comovida das súplicas deste filho, apareceu-Lhe, e, tendo ao mesmo tempo em suas mãos um pequeno hábito de lã, a ele dirigiu estas notáveis palavras: "Caríssimo filho, recebi o Escapulário de Vossa Ordem, sinal de minha confraternidade, privilégio para vós e, igualmente, para todos os Irmãos do Carmo. TODO AQUELE QUE MORRER REVESTIDO DESTE SANTO ESCAPULÁRIO, NÃO ARDERÁ NAS CHAMAS DO INFERNO. ESTE HÁBITO É UM SINAL DE SALVAÇÃO, UMA SEGURANÇA DE PAZ E ALIANÇA ETERNA".

Publicado tal privilégio milagroso, a Ordem do Carmo cresceu em merecimento e santidade — não só dentro dos conventos, mas também fora, muitas pessoas recebiam o santo Escapulário. Pontífices, Monarcas, pessoas de todas as condições dele se revestiam e dele se serviam como de um distintivo de filhos de Maria e forte escudo contra os inimigos da alma e do corpo.
Santo Afonso diz, em suas obras, que o trazia consigo e recomendava a todos como um sinal de santidade e fortaleza, dizendo que quando somos tentados, sendo possível, é recomendável apertar o santo Escapulário, com devoção, entre as mãos, para que o demônio fuja e cesse de nos acossar.
O mesmo já dissera e experimentara São Francisco de Jopes, irmão de São João da Cruz.
Nossa Senhora, aparecendo ao Papa João XXII em 1314, prometeu especial proteção aos que trouxessem o Escapulário, acrescentando que os livrará do purgatório, no primeiro Sábado após sua morte.
Assim como se deu com o rosário, o Escapulário tem manifestado o efeito poderosíssimo da Mãe de Deus. Contam-se aos milhares as conversões de pecadores na hora da morte, atribuídas unicamente ao Escapulário de Nossa Senhora do Carmo.
A voz da Igreja
Destacam-se, entre os Papas devotos do Escapulário, Inocêncio IV, João XXII, Alexandre V, Bento XIV, Pio VI, Clemente VII, Urbano VII, Nicolau V, Sixto IV, Clemente VII, Paulo III, São Pio V, Leão XI, Alexandre VII, Pio IX, Leão XIII, Pio X, Bento XV, Pio XI e Pio XII, que com bulas apostólicas aprovaram os seus privilégios, cumulando de favores as Confrarias do Carmo.
As declarações dos Papas são expressões autorizadas do autêntico pensar da Igreja. Além de darem o exemplo, usando o hábito do Carmo, estimularam os fiéis a imitá-los.
Dentre os santos mais conhecidos que usaram o Escapulário, citemos, a título de exemplo, Santo Afonso, São Pedro Claver, São Carlos Borromeu, São Francisco de Salles, São João Maria Vianney, Bem-aventurado Batista Mantovano, São Pompilio Pirrotti, São João Bosco, Santa Tereza de Jesus, Santa Terezinha, São João da Cruz, Santa Maria de Jesus, para citar apenas alguns mais conhecidos.
Mais de um santo homem de Deus aconselha-nos a oscular todos os dias o Santo Escapulário, rezando três Ave-Marias, pedindo a graça de não cair em pecado grave.
“Diletíssimo Filho...”
Nossa Senhora quando esperava o nascimento do Salvador, tecia amorosamente, com esmero maternal, a túnica que durante toda a vida envolveria o corpo bendito do pequeno Jesus.
Pois bem, assim como outrora envolveu Seu filho com esmerada veste, da mesma forma, por Sua predileção para conosco, quis a Mãe Santíssima cobrir-nos com um vestido de salvação e envolver-nos em um manto de justiça, a fim de que aos olhos de todos os homens, aparecêssemos como a família privilegiada sobre a qual recaiu a bênção do Senhor. De fato, Ela não só nos libertou de todos os perigos, como firmou conosco o compromisso de nos dispensar toda sorte de bens.
A marcante predileção de Nossa Senhora pelo Carmelo encontra sua razão de ser num desígnio especial e gratuito de Deus. O alcance desse amor é tal que, por assim dizer, arrasta Nossa Senhora do Céu à terra, para vir mostrar ao mundo que o Carmelita "é o seu filho mais querido, o diletíssimo do Seu coração".
Sinal de Predestinação
No firmamento da Igreja, com a constelação de infinitos milagres, está inscrita esta promessa: “In hoc signo vinces” – com este sinal, vencerás.
É realmente a última das lutas que sintetizam todas as batalhas da vida, isto, a luta pela perseverança final. A arma prodigiosa dessa última batalha é o Escapulário que Deus nos entrega pelas mãos de Maria. Naquele momento cumpre-se em cada homem e se consuma a profecia que o próprio Deus anunciou no princípio dos tempos, referindo-se à luta entre Nossa Senhora e o demônio "Ela esmagará tua (da serpente) cabeça". A vitória da Mulher vestida de Sol – eis o sentido profundo do Escapulário. Cada um de nós enfrenta esse embate decisivo.
Quem saberá compreender o significado misterioso de cada momento da vida, em que, Ela, de um lado, e o demônio do outro, disputam a posse de uma alma? Essa é a grande prova de nossa existência.
A um moribundo, quantas vezes lançamos sobre ele o Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, e o que ocorre, então: os demônios entregam os pontos, curvam-se, e a alma é introduzida no paraíso: triunfo da Santíssima Virgem!
É vontade de nossa Rainha do Carmelo que ponhamos o selo de seu Escapulário sobre o peito para demonstrar que nosso coração lhe pertence e para que guardemos em nossas almas o tesouro da fé.
Ele é como que a patente de nossa consagração à Virgem e de nossa filiação ao Carmelo.
O pequeno hábito do Carmelo, que se usa em honra da Virgem Santíssima, sem dúvida, impõe-nos a obrigação de nos revestirmos de Suas virtudes.
Como é bom estarmos debaixo da proteção de uma Mãe tão boa! Que força ousaria arrancar-nos de seu regaço? Que tentação ou apuro poderá vencer-nos, quando solidificados no patrocínio da Mãe de Deus e nossa?
Creio que, às vantagens que se atribuem aos devotos de Maria, outras podem ser acrescentadas, dentre as mais notáveis em favor dos confrades do Carmo.
Não basta dizer que o Escapulário é um sinal de salvação. Eu pretendo que não exista nenhum outro que torne a nossa salvação, por assim dizer, tão certa, como esta do Escapulário; e, consequente, nenhuma outra devoção deve ser seguida com mais zelo e constância (palavras do Venerável Cláudio de la Colombière, S.J.
Privilégio do Escapulário do Carmo
Quem morrer com o Santo Escapulário não padecerá o fogo de inferno.
A Virgem do Carmo livrará a alma do purgatório quanto antes, principalmente no primeiro sábado depois da morte.
O Escapulário é proteção em todos os perigos.
É sinal da Confraternidade (irmandade) da Virgem Maria.
O Escapulário do Carmo é sinal da paz e do pacto selado de concórdia, assegurado por Maria.
O Escapulário do Carmo é sinal de salvação.
É um meio simples e prático de honrar a Virgem Maria.
O Escapulário do Carmo assegura-nos, se nos esforçarmos para cumprir os Mandamentos de Deus, a preservação da fé e a firmeza na devoção à Virgem Maria, devoção que por sua vez, é penhor de salvação eterna.
Nossa Senhora, querendo recompensar o serviço do Carmelo a Ela dedicado – serviço de que era símbolo o Escapulário – transformou esse humilde hábito em objeto de Sua promessa, pronunciando esta promessa, de valor indizível: "Quem morrer vestido com Ele, não sofrerá as chamas infernais".
O Escapulário assinala, no meio dos cristãos, uma porção que será o seu povo escolhido, e este povo, designado por Ela, assim como o povo de Deus (Antigo Testamento) marcado pelo sangue do cordeiro do Egito, não poderá conhecer a morte eterna, mas deverá transpor a pé enxuto as vagas da morte e alcançar seguramente o Paraíso prometido.
Nossa Esperança
Oh, quantas coisas boas não nos diz este título: Nossa Senhora do Carmo!
Na dor, na amargura, na angústia, na agonia a Virgem do Carmo é a nossa esperança. No abandono, na desolação, na tristeza, no sofrimento, a Virgem do Carmo é a nossa esperança. Nas privações, nos trabalhos, na pobreza, nas doenças, a Virgem do Carmo é a nossa esperança. Nos desprezos, nas humilhações, nas calúnias, nas perseguições, Ela é nossa certeza da vitória. Nas dúvidas, nos temores, nas tentações, nos perigos do corpo e da alma, enfim, em todas as necessidades, a Virgem do Carmo é a nossa força sobrenatural, que nos conduz ao Divino Redentor. Maria é também nossa esperança para o atendimento das necessidades alheias, principalmente dos males que padecem pessoas queridas, parentes ou amigos.
Sobretudo, Ela é a nossa esperança nos bens celestiais.
Peçamos a Deus, pela intercessão da Virgem do Carmo, o perdão de nossos pecados, a graça de nunca mais pecar, um propósito firme e constante de fazer o bem; confiando, seremos atendidos, porque Ela, a Virgem do Carmo é a nossa esperança e o caminho certo e seguro para chegarmos a Deis. Eis o que nos ensina Santo Afonso de Ligório.
Maria é o tesouro de Deus. Onde está Maria, aí está o coração de Deus – S. Bernardo.
Consagração a Nossa Senhora
Santíssima Virgem do Carmo, movido pelo ardente desejo de amar-vos como Mãe querida e promover uma terna devoção ao vosso Coração imaculado, digníssimo de todo amor e veneração, e tão transpassado de dor pelas ingratidões dos homens, humildemente me prostro aos vossos pés, e ao vosso Coração Imaculado eu me consagro para sempre: meu corpo, minha alma, minha vida, meu coração e todo meu ser. Aceitai, ó Mãe, amorosíssima esta consagração e guardai-me sempre em vosso Coração materno.
ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO CARMO
SALVE RAINHA DO CARMELO, HOJE EU VENHO PARA CONSAGRAR-ME A VÓS, POIS TODA A MINHA VIDA É UMA PEQUENA RETRIBUIÇÃO PELAS INÚMERAS GRAÇAS QUE DEUS ME CONCEDEU PELAS VOSSAS MÃOS.
VÓS, QUE OLHAIS COM SINGULAR BENEVOLÊNCIA PARA COM OS QUE ESTÃO REVESTIDOS DE VOSSO ESCAPULÁRIO, SUPLICO-VOS, AMPAREI-VOS COM O VOSSO PODER A MINHA FRAQUEZA; COM A VOSSA SABEDORIA, DISSIPEIS AS TREVAS DE MEU ESPÍRITO, E AUMENTEIS EM MIM A FÉ, A ESPERANÇA E A CARIDADE, A FIM DE QUE EU POSSA RENDER-VOS TODOS OS DIAS O PREITO HUMILDE DE MINHA HOMENAGEM.
QUE O SANTO ESCAPULÁRIO ATRAIA SOBRE MIM OS VOSSOS OLHARES MISERICORDIOSOS.
SEJA ELE O PENHOR DE VOSSA ESPECIAL PROTEÇÃO NAS LUTAS DE CADA DIA, PARA QUE EU POSSA SER FIEL A VÓS E AO VOSSO FILHO.
QUE O SANTO ESCAPULÁRIO DE MIM AFASTE QUANTO É PECAMINOSO E CONSTANTEMENTE EVOQUE, EM MINHA MEMÓRIA, O DEVER DE IMITAR-VOS E DE ME REVESTIR DE VOSSAS VIRTUDES.
DESDE JÁ, ESFORÇAR-ME-EI POR VIVER SUAVEMENTE UNIDO AO VOSSO ESPÍRITO E OFERECER TUDO A JESUS POR VÓS, TRANSFORMANDO A MINHA VIDA EM ESPELHO DE VOSSA HUMILDADE, CARIDADE, PACIÊNCIA, MANSIDÃO E ESPÍRITO DE ORAÇÃO.
AMPARAI-ME, Ó MÃE AMABILÍSSIMA, COM O VOSSO CONSTANTE AMOR, A FIM DE QUE UM DIA SEJA DADO A MIM, INDIGNO PECADOR, TROCAR O VOSSO ESCAPULÁRIO COM A VESTE NUPCIAL E HABITAR CONVOSCO NO REINO DO CARMELO, POR TODOS OS SÉCULOS DOS SÉCULOS. AMÉM

Fonte: Armando Braio Ara

Nenhum comentário:

Postar um comentário