terça-feira, 23 de agosto de 2016

SANTO INÁCIO DE ANTIOQUIA, DIANTE DAS FERAS PRESTES A DEVORÁ-LO, FEZ UMA ORAÇÃO MAGNÍFICA:

"Deixai que eu me torne alimento para as feras, por meio das quais poderei alcançar a posse de Deus.
'Alma minha, não seja presa de nenhuma coisa visível ou invisível, a fim de possa conseguir Jesus Cristo.
"Fogo e cruz, fileiras de feras, lacerações, esquartejamentos, ruptura dos ossos, mutilação dos membros, trituração de todo o corpo, todos os cruéis tormentos do diabo caiam sobre mim, desde que eu chegue à posse de Jesus Cristo.. Para nada servirão os encantamentos do mundo, nem o s reinos desta terra...
"Meu renascimento avizinha-se. Perdoai-me, irmãos, não me impeçais de entrar na verdadeira vida [NOTA: os outros cristãos ficavam aflitos, tentando afastá-lo de perto das feras...], não queirais que eu morra da verdadeira morte...
"Não queirais entregar-me ao mundo, nem enganar-me pelo amor das coisas temporais. Deixai-me partir para a pura luz: quando ali tiver chegado, então serei verdadeiramente homem”. (Santo Inácio de Antioquia. Le Lettere, Paoline).
[cfr. Os Santos e os Beatos da Igreja do Ocidente e do Oriente, p.313, dia 2 de junho. Mario Sagrabossa, Paulinas, 2003, tradução: Armando Braio Ara].

Nenhum comentário:

Postar um comentário